Alojamentos de safári no Parque Nacional Kafue, Zâmbia

Kafue é o parque mais antigo da Zâmbia e de longe o maior. Foi criado em 1924 e ocupa 22.400 quilômetros quadrados. Para colocar isso em perspectiva, é o terceiro maior parque da África e ocupa uma área equivalente à do País de Gales e duas vezes a do Parque Nacional de Yellowstone nos EUA. Abrange três províncias da Zâmbia e dentro de suas fronteiras abriga uma imensa variedade de vida selvagem e um diversificado leque de ecossistemas que se estende ao longo de um planalto ondulado cortado por vários rios.

A maior parte do parque encontra-se na ecorregião central das florestas zambezianas de miombo, caracterizada por savanas com espécies de miombos, que crescem com maior densidade em algumas áreas, e por pequenas várzeas (pastagens que se tornam pantanosas na estação chuvosa) intercaladas entre elas. No sul, há colinas pedregosas e formações rochosas, que são cobertas pela ecorregião de florestas mais esparsas zambeziana e de Mopane. Um estreito cinturão de floresta perene acompanha as margens do Rio Kafue, que foi represado de modo indevido na Barragem de Itezhi-Tezhi, na parte exterior parque, formando um reservatório nessa área.

A característica predominante no norte do parque é a existência das Planícies de Busanga - uma vasta planície de aluvião alimentada pelo sistema do Rio Lufupa. Estas abrigam grandes rebanhos de herbívoros e seus predadores. Na estação seca, os animais se mantêm próximo dos pântanos e dos riachos pantanosos e podem ser vistos com facilidade. Grande parte das acomodações está situada no norte, perto da várzea, onde estão asseguradas excelentes visões de animais. No sul, a observação de animais selvagens é mais difícil do que no norte, por causa das densas florestas e devido ao fato de que as populações de animais estão espalhadas.

A observação de pássaros é excepcional, especialmente nos rios e nas várzeas, permitindo ver mais de 400 espécies como garças-golias, águias-pesqueiras, grous-carunculados, turacos-de-crista-violeta e corujas-pescadoras-de-Pellis. A pesca também é excelente e a maioria dos alojamentos tem varas e anzóis para pescar robalos, barbos e lúcios-de-água-doce.

Todos esses alojamentos oferecem um local fantástico para se hospedar e vários modos de conhecer a mata africana. Você pode ir em busca de um guepardo itinerante nas planícies de Busanga em um veículo 4 x 4, navegar em uma canoa ou barco motorizado para acompanhar um elefante espojando-se na lama do rio, com crocodilos saqueadores e grandes hipopótamos ou, então, caminhar na mata na companhia de um guia especializado para observar animais selvagens ou tentar pescar uma brema gigante: há sempre diversas atividades disponíveis em todos esses alojamentos e você deve experimentar todas elas!

Vamos planejar sua viagem

dos sonhos!

Consulte-nos agora e um de nossos especialistas de viagens entrará em contato com você nas próximas 24 horas.

Entre em contato

Conheça seus especialistas em safári africano

Conheça a equipe rhino
Classificação de viajantes do TripAdvisor