Informações gerais sobre o Quênia


gallery

Informações úteis sobre o país e o turismo no Quênia


O Quênia tem uma área maior que a França e tem quase o mesmo tamanho do Texas. A Linha do Equador fica no centro do Quênia. Com o Oceano Índico banhando seu litoral leste e o imenso Lago Vitória na fronteira oeste, o Quênia é verdadeiramente uma terra de contrastes. Dos picos cobertos de neve do Monte Quênia ao longo do Equador às praias banhadas pelo calor do sol, a paisagem abrange montanhas, florestas, desertos e lagos. E, claro, a abundância e a diversidade de vida selvagem são surpreendentes!

Território 

As regiões geográficas do Quênia são tão diversificadas quanto seu povo e a vida selvagem. Dois terços (principalmente no norte e no leste) são semidesertos áridos compostos de bosques de acácias e commiphoras, enquanto o sul e o sudoeste são predominantemente savana pontilhada de árvores. No leste, um estreito trecho de terra fértil faz fronteira com o Oceano Índico. O Lago Vitória, o segundo maior lago de água doce do mundo, fica a oeste. 

Cortando o país na direção norte-sul está o Grande Vale do Rift, com uma série de lagos e muitos vulcões, a grande maioria adormecidos. No centro do Quênia estão as terras altas, dominadas pelo Monte Quênia e a cordilheira de Aberdare.

Povo, cultura e idioma

Há cerca de 37 grupos étnicos diferentes no Quênia, mas não há uma cultura individual que o identifique.

O Quênia é conhecido como o berço da humanidade. É aqui que o ser humano fica mais próximo de suas raízes. Os povos nativos do Quênia são os bantos e os nilotas. A chegada dos comerciantes islâmicos por volta do século nove influenciou profundamente os povos e a cultura do Quênia. Eles trouxeram com eles a religião, o idioma e o terrível comércio de escravos. A mistura de culturas deu origem à cultura afro-árabe conhecida como suaíli, que reside principalmente na costa.

Outros povos notáveis são as comunidades pastoris do norte e várias outras comunidades nas regiões central e ocidental. A cultura massai é muito conhecida pelo turismo, apesar de ser uma porcentagem menor da população do Quênia. Eles são conhecidos por seus adornos elaborados na parte superior do corpo e joias.

O Quênia tem uma variedade diversificada de estilos musicais populares, com música folclórica baseada na variedade de mais de 40 idiomas regionais. Os ritmos da guitarra são muito complexos e incluem batidas nativas e importadas especialmente de países africanos vizinhos. As letras são geralmente em suaíli ou lingala.

Culinária

Os pratos tradicionais quenianos refletem os diversos estilos de vida dos vários grupos do país. Muitos pratos quenianos são fartos e baratos para preparar. Os alimentos básicos consistem principalmente em milho, batata e feijão. Os massai, povos que se alimentam de gado, comem comidas simples, com base em subprodutos de carne bovina e caprina.

Os Kikuyu e Gikuyu cultivam milho, feijões, batatas e verduras. Eles fazem um purê com esses vegetais para preparar o irio. Eles enrolam o irio em bolas e as mergulham um ensopado de carne ou vegetais. No oeste do Quênia, o povo que mora próximo ao Lago Vitória prepara principalmente ensopados de peixe, pratos à base de vegetais e arroz.

Há dois pratos nacionais: ugali e nyama choma (carne grelhada). O milho é o ingrediente principal do ugali, que é espesso, similar a um mingau. Muitos quenianos comem esse prato diariamente. O ugali é normalmente ingerido com carne, ensopados ou sukuma wiki, cuja tradução literal é "esticar a semana". Isso significa que a comida é usada para que as refeições durem a semana toda. O sukuma wiki é uma combinação de espinafre picado ou couve frita com cebolas, tomates, pimentão verde e sobras de carne, se disponíveis. A maneira tradicional de comer o ugali é para cortar um pedaço da massa, moldá-la em uma colher, pressionando e fechando a massa com o polegar e depois usá-lo para passar em molhos ou ensopados.

O nyama choma é uma carne assada ou grelhada. O processo de grelhar carne no Quênia é diferente do que é feito nos Estados Unidos. A marinada e o uso de ervas e condimentos não fazem parte do preparo da maioria dos pratos quenianos. Para comer nyama choma no restaurante, o cliente escolhe entre uma seleção de carnes. Ele é grelhado sem temperos e servido fatiado em pedaços pequenos. É geralmente servido com purê de vegetais.

Vida selvagem

A variedade de habitats e vida selvagem aqui não se compara a qualquer outra parte da África. No nordeste, nas terras áridas do Samburu, você pode encontrar a zebra-de-grevy, ameaçada de extinção, a gazela-girafa, o órix-beisa, e a admirável girafa-reticulada. No sudoeste há a mundialmente famosa Reserva Nacional Masai Mara, muito conhecida por sua abundância de vida selvagem e a grande migração de gnus e zebras, que ocorre entre julho e setembro.

Clima

Como grande parte do Quênia é um planalto, seu clima é agradável: dias quentes e noites frescas são predominantes na maior parte do ano. Ao redor da costa, pode ser muito quente e úmido. A chuva ocorre entre março e maio e entre outubro e dezembro. A época mais popular para safáris é de julho a setembro, quando ocorre a migração e as escolas da Europa e da América ficam fechadas para as férias de verão.

Vacinas e malária

A malária é predominante em todas as áreas, exceto Nairóbi. Recomendamos aos turistas que viajam para o Quênia tomem a medicação antimalária. Você deve consultar seu médico antes de viajar. As vacinas contra a hepatite A, hepatite B, febre tifoide e febre amarela também são recomendadas antes da viagem.

Vistos

Os requisitos de visto mudam constantemente, e você também consultar o site da embaixada ou fale com um de nossos consultores experientes para saber quais são os requisitos mais recentes.

O que os nossos clientes dizem sobre nós

Telefone-nos

Horários: Aberto Fechado
08:30 - 17:00 (GMT+2)
Grátis:

0808 238 0044

888 2156 556

1 800 447164

1 800 947168

1 844 8517 090

800 900 341

800 101 3310

080 045 2877

800 018 4895

0800 182 3211

0800 562 964

0800 295 105

0800 919 394

0800 721 24

800 260 73

0800 848 229

1 844 2867 643

9009 476 83

0018 005 11710

0800 444 6880

018 0051 81669

0800 7618 612

800 827 648

Número local:

+27 21 469 2600