Experiências pela Namíbia


Há muito para se ver, fazer e vivenciar na Namíbia.


Contando com 824.269 quilômetros quadrados, a Namíbia tem quatro vezes o tamanho da Grã-Bretanha, mas por ter apenas 1,83 milhões de habitantes, ela é o segundo país menos densamente povoado no mundo.

  • A pluviosidade média varia de meros 10 mm, no litoral, até 700 mm no noroeste.
  • Nos meses de verão, a temperatura pode atingir 35 graus.
  • O povo da Namíbia é diversificado, desde os pastores himba, em Kaokoland, até a tribo san, no leste.
  • Colonizada pela Alemanha em 1884, a Namíbia foi administrada pela África do Sul entre 1917 e 1990. A independência foi concedida em 21 de março de 1990.
  • Você ficará fascinado pela maneira como a vida selvagem se adaptou especialmente à vida sob as ásperas condições praticamente desérticas.

Turismo na Namíbia

A Namíbia dá grande importância ao turismo e é o único país do mundo a tratar especificamente, em sua constituição, da preservação e da proteção dos seus recursos naturais. A Namíbia é um país interessante, com uma geografia, história, cultura e vida selvagem fascinantes. A seção Informações gerais examina diversos aspectos da vida na Namíbia e objetiva fornecer um ponto de partida no planejamento de sua viagem.

Qual é a sensação de ser um turista na Namíbia?


Recentemente, Lou e Brian Scott, da Inglaterra, voltaram de uma aventura sem guia turístico por dez dias na Namíbia. Eis um extrato de seus comentários:

Agradecemos à Rhino Africa por ter nos ajudado a planejar uma viagem fantástica à Namíbia. Aproveitamos muito o passeio pela Namíbia e já estamos planejando uma outra visita.

Ao chegarmos à Namíbia, recebemos a nossa documentação e fizeram questão de nos familiarizar com o carro que alugamos. Foi-nos oferecida a opção de alugar um segundo pneu sobressalente, mas nós a recusamos, já que precisamos do espaço no porta-malas do automóvel. Não tivemos qualquer hesitação ante a perspectiva de viajar sem guia turístico, embora a Rhino Africa tenha nos advertido sobre as grandes distâncias e nos conscientizado sobre a quilometragem que enfrentaríamos. Não se esqueça de abastecer sempre que vir um posto de gasolina e lembre-se que, na maior parte da viagem, você percorrerá estradas de cascalho ou de terra. Lembre-se também que os postos de gasolina aceitam somente dinheiro, não aceitando cartões de crédito.

Optamos por ficar em locais que descreveríamos como confortáveis e econômicos. Embora os estabelecimentos fossem ocasionalmente toscos, as camas eram limpas, os sorrisos eram radiantes e as cervejas, geladas! Pessoalmente, gostamos do fato de que a acomodação fosse "rústica". Sem exceções, a acomodação que escolhemos parecia se harmonizar com o ambiente e ser apropriada aos locais. Visitamos a África do Sul há cerca de 15 anos. A acomodação e a hospitalidade nos fez lembrar um pouco da África do Sul antes deste país ter se tornado bastante comercial. Os alojamentos e hotéis têm complementos extravagantes, como piscinas para mergulho e salões de spa. Consideramos o país encantador e, por esse motivo, o recomendamos veementemente.

Quanto às nossas atividades turísticas na Namíbia, conseguimos participar de uma excursão durante a nossa estada em Sossusvlei, com duração de um dia, para ver as dunas ao nascer do sol. Em Sossusvlei, tiramos fotografias fantásticas de dois balões de ar quente pairando sobre as dunas durante a alvorada. Em Swakopmund, fizemos um cruzeiro marítimo e vimos golfinhos de Benguela e focas. Até mesmo uma foca, Picolo, veio ao nosso encontro no barco. Se fôssemos mais jovens, talvez tivéssemos participado de outras atividades turísticas em Swakopmund, como o surfe nas dunas, mas preferimos optar pelo turismo sem guia, de Swakopmund até a baía de Torro, ao longo da Costa do Esqueleto. Parecia que estávamos viajando pela Lua. Analisando o que fizemos, foi um passeio bem ambicioso.

A nossa última escala foi em Etosha. Por já termos visitado o Parque Nacional Kruger várias vezes, confesso que é mais difícil ver os animais em Etosha, já que a vegetação é mais densa. Infelizmente, só ficamos em acomodações da Namibia Wildlife Resorts e acredito que se fôssemos viajar novamente, talvez fosse vantajoso ficar em uma reserva particular, especialmente para observar do carro os animais à noite e ter um motorista que nos servisse de guia.

E o que estamos planejando para a nossa próxima viagem? Estamos tentados a explorar e caminhar pelo desfiladeiro do rio Fish, Lüderitz e pela região do Kalahari, talvez ver os cavalos do deserto e Kolmanskop... embora essa viagem terá que esperar até o próximo ano!

Lou e Brian Scott
Bedfordshire

O que os nossos clientes dizem sobre nós

Telefone-nos

Horários: Aberto Fechado
08:30 - 17:00 (GMT+2)
Grátis:

0808 238 0044

888 2156 556

1 800 447164

1 800 947168

1 844 8517 090

800 900 341

800 101 3310

080 045 2877

800 018 4895

0800 182 3211

0800 562 964

0800 295 105

0800 919 394

0800 721 24

800 260 73

0800 848 229

1 844 2867 643

9009 476 83

0018 005 11710

0800 444 6880

018 0051 81669

0800 7618 612

800 827 648

Número local:

+27 21 469 2600